domingo, março 11, 2012

Entrevista: LupusGuardian

Super entrevista com o Marechal de Elsinore!

Pergunta: Qual o seu nome e idade?
LupusGuardian:  Ed, 30 anos.

Pergunta: O que você faz na “vida real”?
LupusGuardian: Trabalho para o Governo e sou Músico.

Pergunta: Quando começou a jogar Aika? Foi o BR?
LupusGuardian: No 2º dia de lançamento do jogo no Brasil. Em Julho de 2010.

Pergunta: Você consegue se dedicar tempo suficiente ao jogo?
LupusGuardian: Me dedico o tanto quanto posso. Já desmarquei compromissos por causa do Aika, mas isso é complicado. Já cheguei a ser prejudicado no trabalho e em outras situações pessoais. Agora, tento administrar de forma mais equilibrada, dividindo minhas funções com meus sub-líderes e demais integrantes da liderança geral da nação.

Pergunta: É difícil separar a vida social de uma grande nação como Elsinore?
LupusGuardian: Sim, é difícil. Ontem mesmo liguei para uns amigos a fim de tentar ir no cinema, mas eles tinham compromisso. Me dei conta mais uma vez que eu sou o culpado, por ter trocado a presença dele pelos “amigos” de Elsinore, do Aika em geral. As vezes consigo esticar nas viagens de trabalho de final de semana para um barzinho ou semelhante, mas isso é raro. O Aika exige muito de um player comum, dirás de um líder.

Pergunta: O seu personagem é um mago. Por que escolheu essa classe?
LupusGuardian:  Fui mago em todos os jogos que passei, eu adoro magia. Assuntos exotéricos e paranormais me atraem, logo, os personagens magos em MMO’s me atraem também.

Pergunta: Conte-nos um pouco sobre seu começo no Aika BR.
LupusGuardian:  Eu jogava WYD e vi a propaganda da Ongame que lançariam um novo jogo. O WYD estava insuportável de jogar com o número de hackerers, bugs e roubos. Quando assisti a um vídeo promocional do Aika, me encantei pelas guerras e etc. Recebi o convite para testá-lo assim que lançasse-o, e no segundo dia resolvi entrar. Trouxe alguns dos meus amigos do WYD e formamos uma guildazinha chamada “Lycans”. Quando começou o processo de governo, comecei uma amizade com o WhoWhox3, líder da LEET e resolvemos juntar as guildas depois de um tempo. No final fiquei eu sozinho na LEET, pois meus amigos do WYD voltaram pra lá. Passei a ser sub-lider da LEET e depois o WhoWhox3 e Profana (namorada dele) me convidaram para ser uma espécie de Articulador Político da Grade Marechal (solucionador de mimimi kkkkkkk). Quando o WhoWhox3 resolveu parar de jogar, entregou a guilda nas minhas mãos e do Vallentyne (que também parou de jogar a muito tempo, para minha tristeza RS). Há um ano e meio assumi a LEET definitivamente, me tornei Archon e de lá acho que vocês já conhecem a história. Rsrs.

Pergunta: O que levou você a ser Archon de Elsinore na época?  E você se arrepende de alguma coisa que tenha feito no começo? E queria ter corrigido?
LupusGuardian: É como eu disse acima, foi por causa do meu desempenho enquanto Articulador Político e sub-lider da LEET. Na época de escolhermos o novo Marechal, eu e a Profana fomos responsáveis em juntar os pontos, em conversar com a antiga oposição. Estivemos diariamente (e norturnamente rss) negociando com as guildas do governo e da oposição. Acabou que tivemos sucesso e poucos dias antes de deixar a nação o WhoWhox3 perguntou brincando: Ed, vc quer ser Marechal? Eu gritei (como sempre) um “nãooo!” Rsrs. Então, falando sério, perguntou se eu aceitava  assumir a LEET. Eu aceitei.
Quanto a segunda pergunta, não. Daquela época não me arrependo de nada. Faria tudo novamente para que Elsinore se tornasse o que se tornou.

Pergunta: Como surgiu essa idéia, possibilidade de você se tornar marechal depois de tanto tempo ao lado do ThisIsSPARTAA?
LupusGuardian:  A uns 6 a 7 meses o ThisIsSPARTAA passou a ter responsabilidades além do game e seu tempo passou a ser curto para o jogo. Algumas vezes ele e os demais me perguntaram se eu aceitaria o cargo, mas eu sempre recusei. Achava que daria pra manter a nação daquela forma mesmo ele estando com pouco tempo. Só que começou a ter um tempo onde a Nação requeria naturalmente a presença do Marechal. Os membros da grade cobravam pelos “wisperes” no TS, mas ele pouco podia faze-lo. Até que ele nos disse que não daria mais, mesmo com o General logando e comandando (muito bem por sinal) os ataques e defesas, alguém deveria assumir de fato e de direito a função. Os outros Archons não queriam, o General que logava a conta do Sparta também estava com pouco tempo, então resolvi aceitar de vez, mesmo sabendo de todos os riscos, inclusive o de não conseguir combater em igualdade com as outras nações por causa do nosso contingente interno. Não foi porque eu era o melhor, mas porque os outros não quiseram, não puderem ou não tinham tempo ou coisa semelhante. Os outros líderes são tão capazes quanto eu.

Pergunta: Houve rejeição por parte da nação quanto a você se tornar o novo líder da nação? Se houve, como você lida/lidou com isso?
LupusGuardian: É natural do se               r humano, principalmente  quando se vive em um modelo presidencialista de governo. Olha o caso do Lula e da Dilma! (risos). Nas Monarquias é mais natural, o povo aprende desde cedo a receberem os sucessores do poder de braços abertos. (mesmo assim existe uma rejeição, só que em uma escala menor). Mas sim, houve uma rejeição, não houve por parte da Nação, mas por parte de alguns poucos players. Tentei e tento lidar com isso utilizando a paciência e temperança que sempre tive pra lidar com situações desse gênero em minha “vida real”, mas foi e tem sido mais difícil do que eu imaginava. Considero até mesmo injusto, uma vez que articulei para que o ThisIsSPARTAA se tornasse Marechal e o ajudei de forma leal e incondicional do principio ao fim a fazer de Elsinore “O Poder”. Tenho comandado a nação a um ano e meio junto a ele e aos demais Archons que passaram e estão atualmente no governo. Fica parecendo as vezes que foi um random que subiu ao poder e não um Mestre que esteve online, de maneira ativa e enérgica sem nunca ter abandonado o jogo e minha nação nem por um período curto de tempo.  Mas uma coisa boa tem acontecido, a própria nação está rejeitando essas pessoas que se colocaram contra...a própria Elsinore tem mudado essa história. Mas também tem o tempo, estou a apenas duas semanas como Marechal, tem muitas águas a rolarem ainda.

Maud: Quando eu era de Tibérica e a nação na época trocava de marechal constantemente, eu percebia como era difícil a primeira semana de quem assumia a liderança da nação e tinha que lidar com Relíquias, Altar, ATks e Defesas. Foi muito complicado para você? Ou a experiência como Archon ajudou a lidar com isso?
LupusGuardian:  Estamos no inicio ainda. Agora mesmo parei de responder a essa entrevista para defender a nação e conseguimos defender. Mais tarde Odeon e Tiberica podem reatar aliança, podemos pegar nação do poder, não sei o que acontecerá até o final dó dia, mas possa ser que não consigamos defender tudo. Eu tinha a experiência como Archon, mas como Marechal, a coisa pesa mais entende? Porque por mais que você lute, faça, haverão pessoas que te culparão caso você não tenha conseguido atingir a máxima defesa e quando você fizer algo espetacular, olharão pra você e te agradecerão, ou pelo contrário, dirão: é tua obrigação. hehe

Pergunta: É sabido que você está organizando um consenso entre as 5 nações coma  finalidade de Defender Karena, invadir o Castelo Verus e assim liberar a nova dungeon. Como está o andamento dessas negociações?
 LupusGuardian: Eu estava pensando nisso e por coincidência a Bellatrix, Marechal de Tiberica comentou comigo. Era para termos começado essa semana, mas estou tendo que resolver tantos probleminhas que acaba não sobrando tempo para realizar todos os projetos para o Aika.

Pergunta: Desde que o NPC de Exílio foi posto em Elsinore, a nação perdeu muitos jogadores. Dentro da Guilda LEET, você aceitaria algum player exilado caso ele quisesse (e pudesse) voltar à guilda?
LupusGuardian:  Talvez não.

Pergunta: Agora como novo marechal, você tem algum plano de mudança? Algo que não poderia ser feito quando o antigo marechal estava no poder?
LupusGuardian:  O trabalho é de continuidade, mas estou tentando ter uma aproximação maior com os players de fora da grade por exemplo.
Pergunta: Quais os planos para manter Elsinore forte e organizada mesmo diante de alguns meses sem poder receber players novos? Como motivar sua nação que já tem um contingente velho e cansado a continuar dia após dia no PvP incansável?
LupusGuardian:  Valorizando e respeitando cada player de Elsinore. Fazendo-os encontrar nesse enfado um motivo de gritar com orgulho: Sou Elsinore!. Nada que faço é aleatório, tem um objetivo de tornar o universo ao meu redor melhor e é isso que continuarei fazendo com a nação. Quem permanece em Elsinore é porque possui uma característica chamada Resistência. É porque vê em meio a dificuldade a oportunidade de mostrar-se um player melhor a cada dia. Quem está nessa nação é porque realmente a ama, e não porque tem facilidade como a 7 meses atrás.

Pergunta: Lupus pra você no momento qual o maior rival de Elsinore, Odeon/Tibérica ou Ongame?
LupusGuardian:  Eu vivo no meio político. Vejo cada coisa absurda acontecendo nas disputas de poder entre partidos, por exemplo. Eles se digladiam, se acusam, arrumam provas uns contra os outros, mas volta e meia os vejo sentados e tomando café pra tentar arrumar um acordo ou outro em prol do coletivo.  Mas quando o Sistema não permite, não existem acordos. Quando a Máquina não permite, não há nada que se possa fazer para que o povo seja beneficiado, por mais que os adversários concordem. Nesse caso, infelizmente, passei a identificar a Ongame como A Máquina, como O Sistema. (acho que respondi).

Pergunta: Você pretende continuar coma atual Tríplice?
LupusGuardian:  Sim.

Pergunta: Você acha que se a Ongame não fizer algo e desbloquear Elsinore para novos players o PvP acabará novamente e haverá uma nova “nação Poder”?
LupusGuardian: Se formos falar em números, já existe uma Nação Poder e ela se chama Odeon! Não há mais lugar para se colocar player naquela nação. Já Já eles vão viver coisas que passarão a acusar a própria Ongame de ineficiência, porque terão todos os problemas que Elsinore um dia teve. Aí a paz acabará, a noção de pvp mudará e o tédio irá pairar em Odeon. Só conseguimos pegar alguma coisa lá quando juntamos 3 nações e esse fato por si só responde o que me foi perguntado: O Desequilíbrio já aconteceu! E Assim como foi no tempo do exílio onde a ongame demorou a tirar da loja cash, ela também está demorando de fazer algo sistematicamente eficiente.  A única coisa que temos é o altar, e lutaremos para que ele não caia, mesmo com uma força menor, mas não é porque temos um número maior, é porque somos vorazes e persistentes.

Pergunta: É dificil conviver com as outras duas nações Basílica e Ellora?
LupusGuardian:  O contato com Ellora é maior do que com o de Basílica, isso porque Basílica não vem utilizando o nosso TS conjunto. Isso facilita a proximidade maior com Ellora, pois conversamos mais, brincamos mais, planejamos mais. Acho que se a turma de Basílica passar a ocupar o mesmo espaço que nós, isso se resolve.

Pergunta: Comente sobre a liderança das duas nações citadas acima.
LupusGuardian:  Ellora está mudando de Marechal hoje, enfrentaram problemas internos que quando firmamos a ally eu pensei que poderiam ter uma resolução mais razoável sem a necessidade de troca de Marechal, mas já que eles resolveram por assim fazê-lo, repito aqui o que disse a eles: minha aliança é com Ellora e não apenas com o Benerzinho. Independente de quem esteja no poder eu estarei ao lado, desde que respeite os tratados e não pense nem por sonho em dialogar com meus adversários. Eu já consideraria traição só o fato de meus aliados procurarem meus adversários a fim de receber ou dar propostas. Enquanto Ellora for leal a Elsinore, Elsinore será leal a Ellora.
Já Basílica enfrenta um problema mais grave. Os problemas lá são históricos e culturais. O povo se acostumou a viver de um modo que é comprometedor e isso é bem complicado, porque por mais que um líder seja espetacular, se o povo não quer, não tem jeito, não fluirá. Eu gosto muito de Basílica, mas gostaria que eles fossem mais ativos, que lutassem mais pelos seus objetivos in game. No que eles precisarem de mim estarei presente, porque realmente vejo neles um potencial incrível.

Maud: E as nações rivais, Odeon e Tibérica? Como você os vê? Como eu tenho contato e amizade com vocês marechais, eu percebi que mesmo sendo de nações “inimigas” ainda é possível se darem bem e respeitar um ao outro. Isso contribui para um jogo mais leve, agradável?
LupusGuardian: Eu não quero o bem de Odeon, tampouco o de Tibérica. Quero que eles sofram ataques todos os dias, que percam relíquias todos os dias, que percam altar todos os dias. Acho chato esse lance de atacarem na madrugada, já que possuem contingente pra atacar a qualquer hora do dia e da noite. Detesto o modo que eles fazem algumas coisas, maaaaaaaaaaas...os respeito incondicionalmente enquanto seres humanos! Tenho dezenas de amigos naquelas nações, rimos em MSN juntos, estamos adicionados uns nos “Facebooks” dos outros, e existem momentos que nos juntamos em uma sala secreta de um TS secreto para conversarmos sobre cosias que não tem nada a ver com o Aika. Hehe. Mas tem uma coisa, eu sou simpático e educado com todos, mas  não são todos que possuem minha admiração e são poucos que possuem a minha confiança.

Pergunta: E as guildas de fora da Grade? Elas tem contribuição significativa para a nação?
LupusGuardian: Demais! As guildas de fora da grade são a alma da nação. A grade são os Agentes Executores, os Pelotões de Embate, os braços e os pés da nação, aqueles que precisam estar sempre prontos, possuem um buff maior para agirem de maneira muito mais presente, mas sem as alianças de fora da grade, a nação não se sustenta, não se mantém, não se pode fazer quase nada. Hoje por exemplo, tenho a satisfação em dizer que possuo no mínimo 06 guildas no governo. LEET, Inception, ImpacT, TheLegens e a Vanguarda e Aliadas. É uma pena não podermos compor um governo com tantas guildas achássemos capazes para assumir tais funções, porque hoje eu teria no mínimo 06, porque são capazes, são extremamente responsáveis e competentes.

Pergunta: Ed o que te deixa mais triste: Quando um player da LEET exila pra outra nação, ou quando um player para de jogar como o Marky e outros pararam?
LupusGuardian:  Fato é que se exilou é porque não era amigo de verdade! Então tristeza não seria a palavra tão mais aplicável;
Já os que pararam, quitaram do jogo, esses sim tenho saudades. Primeiro foi o WhoWhox3 e a Profana, depois o Snaill, depois minha PT querida Vallentyne, Estrela, Mordred, NuncaDigaNunca e Brigit, depois o Tombalata, Marky, Kristana, Anubinho, Thatazinha (o original), Megadeth, , Vallany, Cert, DieguitO, Delares, Gux3lais, HevyMetal e dezenas de outros que não caberia aqui. Isso me da tristeza, agora mesmo me deu uma nostalgia lembrando deles. É uma pena não tê-los ao meu lado justamente nesse momento. O que me alivia é ainda ter pessoas que atualmente dividem a responsabilidade da guilda comigo e são verdadeiros amigos, mesmo a distancia. Eles diminuem a tristeza que sinto em não ter meus velhos amigos jogando comigo.

Pergunta: O que te deixa mais indignado: Elsinore não ter a cidadania liberada, ou Odeon ainda não ter sido bloqueada?
LupusGuardian:  Os dois hoje são fatos ridículos, mas acho que se Elsinore fosse liberada tentaríamos como renovar o que esta velho e cansado e teríamos as mesmas oportunidades das outras nações. Isso é revoltante até.

Pergunta: Você tem medo de que a Guilda fique orgulhosa por estar como marechal agora?
LupusGuardian:  Olha, o trabalho que isso me dá nem vou contar. Rsrsrs. Mas te garanto, a LEET foi muito mais orgulhosa, hoje procuramos manter a auto-estima, mas com os pés no chão.

Pergunta: Se algum dia Elsinore perder o Altar, você acredita que isso influenciaria para que os jogadores exilassem?
LupusGuardian:  Sim, mas quem é verdadeiramente Elsinore, fica e reconstrói, como fizemos esse tempo todo.

Pergunta: Se pudesse mudar o nome do seu char, qual nome escolheria?
LupusGuardian:  GuardianWolf (nome do meu char no WYD)

Pergunta: Quando você era Archon, boatos que você era muito xavecado, agora, como Marechal, isso aumentou?
LupusGuardian:  Euuuuuuuuu? Sou inocente! Kkkkkkkkkkk. Mas respondendo: não, não aumentou.

Pergunta: Você já cedeu a alguma dessas paqueras ou gostou (gosta) de alguém que joga Aika?
LupusGuardian:  Digamos que sou simpático e não seria grosso com quem demonstrasse algum carinho por mim (mas sou muito cuidadoso, pois, tem gente que só se atrai pelo famoso Lupus e não pelo Ed, sei diferenciar isso).
Quanto à segunda pergunta a resposta é afirmativa também.

Pergunta: Você acha que pode existir futuro em uma relação iniciada em um jogo online?
LupusGuardian:  Sim, mas é necessário ter um planejamento. Aconselho que se não houver nenhuma possibilidade de ter pelo menos uma vez um encontro real, que tentem não se envolver tanto. Hoje com as facilidades de locomoção, considero que pelo menos se morar no Brasil, é válido começar um “namorinho”, mas se não pretende encontrar, melhor não começar.
É bom também não se envolver caso seja um “amor impossível”, digo por experiência própria. Isso pode trazer conseqüências que afetam teu game e até tua vida pessoal. Algumas coisas trazem um sofrimento muito grande, é bom ter cuidado.

Pergunta: Você acredita que a OnGame prejudicou Elsinore? O enfraquecimento da nação é culpa da empresa?
LupusGuardian:  Olha, existiram os players que enjoaram, pararam, quitaram, exilaram por questões pessoais, nisso a empresa não tem culpa. Mas do que diz respeito ao “balanceamento” o que tenho dizer é o seguinte:
Sempre achamos que a empresa demorou em retirar o Mandado de Exílio de venda, pois o jogo realmente estava desequilibrado. Em nossa opinião uma medida simples, no tempo certo que seria a retirada do item da loja cash amenizaria o impacto dos exílios em massa. Quando anunciaram sobre o balanceamento, não só eu, mas como toda a liderança de Elsinore gostamos da idéia, no entanto eu afirmei que a empresa >não< conseguiria ter um controle sobre isso. Minha “profecia” se cumpriu rs... Não há uma justificativa plausível, a empresa não é transparente em seus métodos de avaliação, os players de todas as nações vêem que se não fosse a junção com o contingente de Ellora e Basílica, Elsinore não conseguiria pegar uma relíquia de Amarkand se não fosse na estratégia, no “pulo do gato”.  Nossas guildas estão velhas, nossos players estão cansados e não tem de onde tirar uma renovação a 7 meses, isso é muito tempo gente! A empresa pode até ter boas intenções, mas faz-se necessário ouvir mais os players, ou se infiltrar, quem sabe, em uma das guildas da grade de Elsinore ou Odeon, por exemplo, para verem por dentro o quanto é complicado ficar refém de um “eu acho que os players de Elsinore não saíram o suficiente”. Poxa, ela tem que compreender que esses players NÃO irão clicar naquele NPC e nem retornarão ao jogo!!!! Todos os amigos que citei acima, quitaram do jogo e não retornarão, estão totalmente engajados em outros games, não irão voltar!  Além disso tem toda a situação de Odeon que já falei em outra pergunta, é algo crítico também.

Pergunta: Você tem vergonha de falar que é amigo do Bruno (Stylo03D)?
LupusGuardian: Não! Eu sei separar as coisas, não sou amigo do Stylo03D, eu sou amigo do Bruno. Rsrs. Todos sabem disso e alguns estranham por lembrarem de quando ele era o mala e antipático ¥Rock¥ hehe. Mas é de boa, conversamos sobre nossas vidas em uma janela do MSN, enquanto na outra dizemos para nossa liderança o que eles tem que fazer para aniquilar as defesas e derrubarem os devirs um do outro. Kkkkkkkkkkkkkkkkk. É engraçado as vezes.

Pergunta: O que você tem a dizer sobre spys, infiltração em TS, relíquias de "menor valor" no Mirza do adversário e coisas do tipo? Você aprova, é indiferente ou condena?
LupusGuardian:  Hoje em dia tudo isso é dispensável, todo mundo sabe o que tem que fazer sem utilizar esses métodos, o jogo está velho e as estratégicas de guerra também. Spys são idiotas. Não falo daqueles charzinhos level baixo que as nações logam para lerem red chat uma da outra, mas dos pilantras que se infiltram no TS e guildas da grade em troca de lixo.  Na época que Elsinore era populosa muitos chegavam até nossa liderança e nem sequer perguntavam se queríamos informações, já soltavam: Se liga, Odeon vai atacar 4:30h (Morcegos de óculos fundo de garrafa :p). Então preparávamos-nos e combatíamos. Mas eu particularmente gosto do embate, da surpresa, de pensar na hora em como defender e atacar. Se você consegue fazer um ataque e uma defesa no “tato” aí sim você tem como se orgulhar e dizer: Eu sou o tal!

Pergunta: Você tem orgulho da LEET? Visto que você mesmo disse que outras guildas se inspiram no seu modo de fazer as coisas?
LupusGuardian:  Não fui em quem disse nem digo. Marechais e Archons já declararam inclusive em entrevistas aqui no Blog e para a Ongame isso. Muitos deles comentaram no Tiamat e em redes sociais que apesar da LEET dar trabalho pra eles, eles admiram nossa guilda. Houve até um papo que estavam a comparar-nos com uma certa guilda internacional em força e organização. Lamentavelmente nossa guilda perdeu a maioria dos players e agora com esses mais novos estamos tentando voltar com a mesma força que possuíamos. E eu mesmo não tenho muito a ver com isso, mas sim os Sub-líderes, conselheiros e membros que tenho atualmente (não posso citar os nomes, são quase 128 ^^), eles sim são show de bola! O Tio Ed está cansado, se não fossem eles, nada do que está acontecendo aconteceria rs.

Pergunta: Você lembra quais foram os players do grupo que fundaram a LeeT?
LupusGuardian: Não lembro, eu não a fundei como disse. Entrei quase 1 mês depois.

Pergunta: Qual o significado de LEET?

Maud: Como surgiu essa afeição por lobos? (a ponto de você me pedir para colocar a imagem de um lobo lá em cima ^^)
LupusGuardian: Dizem que quando eu era bebê eu não podia ver um lobo na TV que ficava fascinado e quieto olhando. Fui crescendo e essa paixão foi crescendo junto. Sei tudo sobre eles rs. Tenho dois cachorros que descendem em uma linha bem próxima aos lobos, um Husky e um Samoieda que são meus xodós. Os lobos são vorazes, valentes e são extremamente leais, morrem e matam por sua matilha. O modo de viver dos lobos me apaixona, se eu tivesse oportunidade de voltar em outra vida e me fosse vetado de vir como ser humano, pediria com certeza para vir como um lobo :D.

Marechal Bellattrix: Lupus, sabe que sempre admirei você, pela sua decência e pela sua educação.
Pergunta: Você acha que é justificável a ofensa ingame? A trollagem em massa?
LupusGuardian:  Eu condeno veementemente qualquer tipo de trollagem contra a vida pessoal de alguém.  Ninguém deve ser trollado, zuado por sua beleza física, cor da pele, cidade/estado de origem, orientação sexual ou gênero. Isso é baixo, é mesquinho, é desumano.  Pode ser meu melhor amigo, mas quando esse faz algum tipo de declaração pré-conceituosa perto de mim cai amplamente em meu conceito.  Minha vontade de estar perto de alguém pré-conceituoso é nula e caso eu esteja em uma sala com alguém no TS que comecem a falar de você Beatriz, eles vão notar que se eu não mandar todos calarem a boca, eu mesmo irei sair da sala ou me mutar.
Trollar em game, sobre o jogo, sobre as táticas, perdas de relíquias e altar, jogabilidade, estratégias e semelhantes é normal, é comum! Mas quanto a vida pessoal, eu condeno e realmente não faço nenhuma questão de ter alguém pré-conceituoso ao meu lado, nem mesmo virtualmente.

Pergunta:  que acha das lideranças das nações, que deveriam ser espelho de comportamento, que tratam desta forma preconceituosa, trollagem ingame, sobre a vida dos players inimigos?
LupusGuardian:  Isso começou com o Bruno quando jogava no ¥Rock¥. Ele foi muito infeliz tecendo comentários amplamente condenáveis à pessoa do Rodrigo, dono do char ThisIsSPARTAAA. Eu o detestava por causa disso. Depois a turma começou a achar normal, e as lideranças de Elsinore e Tibérica na época com raiva pelo que ele fazia começou a rebater na mesma moeda. Depois partiram para as ofensas contra a Beatriz, dona do char Bellatrix e assim veio vindo. Um líder é exemplo, se ele faz a uma tendência muito grande dos liderados fazerem também.
Eu aproveito esse espaço para chamar a conscientização aos players desse game e fazê-los parar para pensar: Vocês gostariam de sair na rua com várias pessoas te condenando, zuando, trollando  e até mesmo jogando objetos porque você é gordo ou magro, branco ou negro, homem ou mulher, hétero, gay ou bi, pobre ou rico? Pensem nisso! O mundo virtual é de igual forma destrutivo.  Pensem nisso.

Pergunta:  Você é o tipo de pessoa que faz de tudo para conseguir o que quer? Até que ponto o seu caráter influencia nos meios que vc utiliza para ganhar?
LupusGuardian:  Não, não faço de “tudo” para conseguir o que quero. Tem coisas que meu caráter, meu modo de ver a vida não permitem, tanto no jogo, quanto na vida “real”.

Pergunta:  Quais os critérios que vc utiliza ou utilizará para selecionar suas lideranças? Aponte características pertinentes a liderança.
LupusGuardian: Um amigo fez uma observação e disse: Ed, você já percebeu que a LEET é a única guilda MMO que o caráter do player é critério para que ele seja um membro? Eu parei para pensar e vi que realmente era verdade. Sei que hoje muitas outras guildas também agem assim, tenho provas disso. Para mim um líder tem que ter moral para poder ser exemplo, para poder cobrar na hora que tem que cobrar e passar a mão na cabeça na hora que tem que passar.

TraveQUIZ: responda o que vier primeiro na sua cabeça!




Maud: Elsinore
LupusGuardian: Resistência, coragem e superação.

Maud: LEET
LupusGuardian: Minha família, meu sustento em jogo, razão pela qual eu ainda estou no Aika, meus amores.

Maud: Bellattrix
LupusGuardian: Adversária em jogo mas que merece respeito enquanto ser humano. Revolto-me com as trollagens pessoais que fazem contra ela.

Maud: Stylo03D
LupusGuardian: Errou muito! Foi inconseqüente, troll e leviano. Mas me provou que um homem pode mudar, pode aprender com seus erros e se tornar um ser humano melhor.

Maud: A Moderação
LupusGuardian:  Fox começou até empolgado, mas depois sumiu como todos os outros.

Maud: Equipe de GMs
LupusGuardian: Poderiam ser mais transparentes em suas ações, isso ajudaria a parecerem menos parciais.

Maud: ThisIsSPARTAA
LupusGuardian:  O cara que venceu Dez mil com apenas 300 soldados! Um grande líder e maior mestre em estratégias que o Aika já teve. Tem meu respeito e gratidão por tudo.

Maud: Maudê
LupusGuardian: Meu irmão querido, companheiro de rodadas de Vodka em frente ao PC, cúmplice de risadas intermináveis no MSN.


Maud: Blog Nosso Aika!
LupusGuardian: A verdadeira enciclopédia do Aika. Um dos maiores instrumentos de jogos MMO que existem.


PERGUNTAS PRINCIPAIS:
Travesti: Travesti é bagunça?
LupusGuardian:  Logo a mim vai perguntar? Quem disser que sim toma 64k de dano na cabeça!

Travesti: Aceita o título de Traveschal? *-*
LupusGuardian:  Eu ri quando você falou isso no chat grito. Hehe. Não me importo, desde que eu sirva a minha nação como um bom Marechal. Rsrs.

<Travesti> ♥ Ed


37 comentários :

  1. GuardianWolf ? Ah para.. o seu é bem mais legal =D bela entrevista

    ResponderExcluir
  2. Parabens Ed s2 otima Entrevista

    Seu amigo que ta no msn com voce agora o.o haha

    ResponderExcluir
  3. Acho que ja em prol do pvp elsinore ja podia ter sido desbloqueada,mas falar que elsinore nao tem contingente e uma mentira,elsinore nao tem aquele contingente que era acostumado mas ainda tem bastante players,mas boa entrevista lupus.Concordo com vc tambem quando diz que falta um pouco de transparencia nas açoes da ongame

    ResponderExcluir
  4. Maud: Stylo03D
    LupusGuardian: Errou muito! Foi inconseqüente, troll e leviano. Mas me provou que um homem pode mudar, pode aprender com seus erros e se tornar um ser humano melhor.

    ahueuhauehuhuehuheu

    ResponderExcluir
  5. é a realidade e o carater do nosso marechal^^
    top na balada Lupus.
    Parabens Lupus, parabens mesmo.
    Otima entrevista Maud

    Metalraro
    Libertem Elsinore

    ResponderExcluir
  6. Traveshal k k k k'

    Lupus é um grande jogador e como pessoa, não há o que reclamar. Tenho-o no msn, sempre que conversei com ele (Vixi, faz tempo) pude perceber que ele seria um ótimo governante, ao povo de Elsinore, Ajudem seu atual líder, afinal, Elsinore é a ÚNICA nação que não perdeu altar ainda D:
    Continuo não gostando do Stylo =|

    Li inteiro, e gostei da entrevista, parabéns novamente =]

    Att, Shadow

    ResponderExcluir
  7. Velho de boa animei jogar AIKABR de novo depois dessa entrevista, tenho uma conta meio que abandonada em Elsinore, tinha parado por esses mesmos motivos que muitas pessoas pararam que é, a FailGame e sua ideia ridícula que nunca acaba >.>

    Muito bom Ed já te admirava muito muito quando era um Archon é agora como Marechal continua a mesma coisa '-'. Zoa man você é um ótimo player muito paciente é educados com todos independente do lvl e da guild ^^

    Vou começar a jogar hoje mesmo '-'

    ResponderExcluir
  8. Ótima entrevista, Maud!
    Lupus, gostei muito da forma como você respondeu a todas as perguntas, clara e educadamente. Posso não ser de Elsinore, mas te admiro muito por ter ajudado e ainda estar ajudando a nação apesar dos 'problemas'. ^^

    Ps: Na vida real você tem cachorros que eu quero, invejinha ç.ç seu malvado!

    ResponderExcluir
  9. Ótima entrevista, Maud!
    Lupus, gostei muito da forma como você respondeu a todas as perguntas, clara e educadamente. Posso não ser de Elsinore, mas te admiro muito por ter ajudado e ainda estar ajudando a nação apesar dos 'problemas'. ^^

    Ps: Na vida real você tem cachorros que eu quero, invejinha ç.ç seu malvado!

    ResponderExcluir
  10. Parabéns Ed pela entrevista.
    Bom, nenhuma novidade pra mim lida aqui. Toda essa sabedoria e discernimento já me acostumei a ver diariamente. Sucesso, você é o melhor líder, player, e um melhores seres humanos que já conheci.

    Ivo Monteiro.

    ResponderExcluir
  11. otima entrevista parabens e parabens pelo titulo de marechal vc merece^^

    ResponderExcluir
  12. psycho elsinore tem um contingente mt mais baixo. so olhar o rank diario. o que acontece é nosso contingente é mt mais equipado que o seus (ja foi admitido pelos proprios marechais da sua ally ^^ ) uma vez que acaba 1 nosso vale por 2 3 ou players dependendo claro... do seus ^^ nao digo que nao tem player forte na sua naçao q tem sim ^^ mas elsinore acaba tendo varios ^^ , mas tb vcs tem players novos empolgados que vc mata 5000000x e tao la subindo denovo e isso enxe o saco rs ^^ e a gente nao... pode ate NAO Liberar elsinore... mas o certo seria bloquear odeon e tirar o exilio d elsinore. e deixar ellora e basilica crescerem ^^ se a intençao da empresa é balancear as naçoes ;D

    ResponderExcluir
  13. Ótima entrevista Ed *-* como sempre, dando um show de português :D

    Sua entrevista e a do Kazu foram as melhores, e são duas pessoas que sempre terão a minha gratidão e admiração seja ingame ou não.

    Vamos falar um pouco de Basílica... Eu nasci e cresci em Elsinore, uma nação que na época tinha o maior contingente do game, onde eu me sentia desconfortável por parecer ''acomodado'' com o poder, foi quando surgiu a proposta do Kazu de me exilar para Basílica e eu aceitei sem pensar 2x. Quando vim para cá, queria somar e tinha mil idéias e um lider que eu sabia que ia me ouvir, e assim foi feito, junto a TitanS®, que foi uma das guilds mais PVP do jogo, fizemos por algum tempo uma Basílica no minimo ''aceitável'', onde tinha respeito, estratégia e acima de tudo, LIDERANÇA. Conheci aqui as pessoas nas quais me apeguei tanto, há uma lista vasta mas irei citar alguns como Vithoria, Hinata, Chloé (que conheci em Elsinore e me aproximei mais quando exilou para Basílica), Kazu, Commander, Pyra... enfim, tudo ia tão bem até quando Kazu saiu do poder e Basílica como conheciamos caiu e está ainda em queda dia após dia.
    O que temos agora? temos brigas, separação de idéias, temos mais de 30 guilds na nação para se ter uma pequena idéia de quão separado isso está... sabe, as vezes me arrependo de ter saido de Elsinore, só não sou convicto desse arrependimento pois só fui te conhecer após meu exilio... mas como player de Basílica, player do qual é apaixonado por esse jogo e vive mais offline do que nunca, o que posso dizer é que a situação nessa nação se tornou irreparável, não tem mais salvação e acho uma pena eu e minha guilda não podermos ir para um lugar onde terá uma liderança firme, onde poderemos ter o prazer de defender e atacar, onde acima de tudo teremos RESPEITO!

    Em Basílica vivemos algo semelhante a Beatriz, da qual também admiro muito e sou muito amigo (saudade de fofocar contigo HAUSHA), todo dia, algumas pessoas da própria Basílica, desce na nossa sala e começa uma série de ofenças e trollações por uma coisa que não tem nada a ver com eles, que é nossa condição sexual. Somos em quase 15 gays em um lugar onde mais parecemos 15 marias madalena, todo dia, em toda situação, despejam em cima de nós caminhões de pedra de arrogancia, ignorancia e preconceito.

    Estamos, e sim, digo por todos meus amigos, FARTOS dessa situação, dessa nação, dessas pessoas, de tudo isso, e é por isso que só voltaremos a jogar quando tivermos uma resolução quanto ao nosso problema, ou seja, quando for possível sair desse barco de ignorantes, machistas e nojentos que infelizmente, é o que se tornou Basílica :)


    Att. Candy Warhol ~ TitanS®

    ResponderExcluir
  14. Ed e Maud vc estao de parabens pelo resultado da entrevista...gostei mto pela coerencia...Lupos boa sorte no comando elsinore..e tamo junto hj na def do altar rsrsrsrs...

    ResponderExcluir
  15. Candy fala de maiiiiis -nn.. zoa sz... Lupus perfect :)

    ResponderExcluir
  16. Boa entrevista Ed , Traveschal na veia




    S1ntH ,VANGUARDA

    ResponderExcluir
  17. Não o conhecia e de longe da pra ver que ele é uma pessoa centrada, madura, democrática e que tem tudo para continuar no topo.

    Feel like a Sr.

    @Candy Warhol
    parabéns assino embaixo! Preconceito por diferença é tão século passado...

    vc é bem desgranadinho de matar no pvp huahahuau

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. . Candy Warhol arquinimiga sumiu do jogo sempre sonhei em te derrotar quando apareçe no tiamat de odeon akspkasp
    . ed amei amei entrevista ..espero q o jogo algum dia volte ao equilibrio e que as guerras sejam mais justas e emocionantes e que esse respeito ,carisma e transparencia mude a forma de pensar e sirva de liçao para todos refletirem...odeon forever mais adimito elsinore É a naçao !!abrejos KINZOEY

    ResponderExcluir
  20. Aliviado pro ver que tem outro player com 30 anos, não sou tão tiozão.

    ResponderExcluir
  21. "BAKEM0NO" não esqueçam desse nome.

    ResponderExcluir
  22. Que esse seria uma das melhores entrevistas eu jah sabia!

    Parabens Ed:
    pela conquista,
    Pela guild (eu eu tenho como referencial para minha),
    Pela Entrevista,
    Pela pessoa que você é!

    Obrigado por ter dito oq disse de mim, pq eh absolutamente vrdd!! eu era uma Mala msmo, um cara incosequente que qeria apenas aparecer ao mundo do Aika, contudo com o tempo aprendi que eh mto mais facil vc aparecer sendo respeitado! isso aprendi com vc! S2

    Tem alguns pontos na entrevista que em nossas muuuuiitas conversas jah dialogamos e sabes que eu discordo, como por ex:
    Elsinore nao tem contigente (olhe para basilica, akilo eh nao ter contigente)
    Elsinore nao tem grade (Olhe para Ellora, basilica e até tibeirca, e vc verá oq eh nao ter grade)
    Odeon deve ser travada??
    sinceramente acho que jah está na hora sim, mas para isso deve-se primeiro desbloquear tiberica!!

    Bruno~Stylo03d

    ResponderExcluir
  23. Boa a entrevista.

    Porém tento entender o pq destas entrevistas estão ficando entediantes; as respostas estão começando a ficar previsíveis, pois as palavras mudam mas o conteudo tem se equivalido. Todos tem tentado minimizar seus defeitos e maximizar seus feitos.
    Começo a acreditar que está faltando autenticidade.

    Agnus - TIB

    ResponderExcluir
  24. Delares disse...

    Ed. Delicia.

    kkkk Ri demais com o Delares.

    Fiquei muito feliz mesmo é saber que fui lembrado (Meegadeth) obrigado lupus, pela Recepção e principalmente pelo modo na qual vc me recebeu quando fui de Ellora para Elsinore, enquanto muitos atiravam pedras em mim por ter exilado, vc me acolheu =] vc merece isso e bem mais =]

    ResponderExcluir
  25. Agnus, eles respondem o que lhes é perguntado. Eu particularmente não tinha visto uma entrevista como a do Ed. Falar em autenticidade com um cara desses é até brincadeira hauhauahaua

    ResponderExcluir
  26. Parabéns pela entrevista, Ed.

    Você mais do que ninguém merece esse cargo, só lamento o fato dele te ocupar tanto e por isso ficamos sem tempo pra fofocar como antes! rs

    @Candy amei teu comentário, nele deu pra sentir a verdade e a mágoa nas tuas palavras. Só quero reafirmar aqui o que eu sempre disse: Vocês me enchem de orgulho tanto no game , como fora dele. Vocês se assumem, não se escondem e vocês brilham em tudo que fazem!

    Aos que gostam tanto de ofender os outros eu só gostaria que vocês se colocassem por 1 minuto no lugar de quem vocês ofendem: Você gostaria de ser perseguido, xingado e humilhado o tempo todo? Você gostaria que fizessem isso com alguém da sua família, ou um dos seus amigos? Acredito que não né...
    Então aprendam a trolar no jogo, aprendam a fazer brincadeiras saudáveis, respeitem o ser humano que existe atrás do char!

    "Não gostar é um direito. Não querer que eu goste é falta de respeito"

    Pyra

    ResponderExcluir
  27. Leet sempre foi a elite do game aika lupus melhor marechal do aika dps do titiu sparta Parabens ed boa sorte no marechal e que dure mais que o tio sparta e matenha nosso altar intacto

    ResponderExcluir
  28. Parabéns Lupus... excelente entrevista, boa sorte como Marechal e saiba que sempre existirão pessoas com as quais você poderá contar ^^

    EdsonMarcio - ElsinoreSoldiers

    ResponderExcluir
  29. Belas palavras candy eu adoro ser nojento uhauhsuuas


    By Facão

    ResponderExcluir
  30. @Versany

    Então que mudem as perguntas pq do jeito que estão ficam como eu disse, mudam somentes as palavras mas o conteudo é o mesmo. É sempre a mesma coisa, "que eu não queria pegar LM", "que minha nação tá crescendo", "que a OG prejudicou" e blá-blá-blá...
    E eu não disse que ele não foi autentico, mesmo pq nem o conheço. Disse que as entrevistas estão se encaminhando para o lugar comum. Talvez seja realmente a falta de criatividade de quem indaga.
    Acredito que um boa entrevista tem que se criar polêmicas, pq isto é que fazem as pessoas raciocinarem.
    Tem que se por o "dedo nas feridas" criticar o que está errado, seja o que for e onde for. Esse negócio de politicamente(socialmente) correto soa falso qdo há muitas repetições.

    Em todo caso, desejo a ele, uma boa sorte nessa nova função.
    E Que saiba liderar com sabedoria.

    ResponderExcluir